CMI participa de congresso maçônico internacional no Equador

Slider

A Gran Logia del Ecuador promoveu na cidade de Santiago de Guayaquil, entre nos dias 23 e 26/07/22, um congresso internacional em celebração ao bicentenário da Conferência de Guayaquil, quando dois dos Libertadores da América, ambos maçons, Simón Bolívar e José de San Martín, compartilharam de uma visão de América Latina forte e unida, do povo, pelo povo e para o povo, baseada na liberdade e no princípio de que todos os homens são iguais perante a lei.

A CMI se fez devidamente representada pelo seu Secretário-Executivo, Geraldo Macedo, acompanhado do Diretor Geral da Secretaria, Rubens Franz, escalados para proferirem palestras no congresso, a convite do anfitrião, o Mui Respeitável Grão-Mestre da Gran Logia del Ecuador, Héctor Vanegas y Cortázar. Registra-se que, na abertura do evento, na tarde do dia 23/07, o Irmão Geraldo Macedo teve a honra de receber o título de Grão-Mestre Honorário da Gran Logia del Ecuador.

O evento contou ainda com a presença de outras autoridades maçônicas, como o Grão-Mestre da Gran Logia de Panamá, Líctor Enrique Reyna Escudero; o Grão-Mestre da Gran Logia Simbólica del Paraguay, José Fernández Zacur; o Grão-Mestre da Gran Logia de la Republica de Venezuela e Presidente da Zona 4 da CMI, José Gregorio Sardelli Bravo; o Past Grão-Mestre da Gran Logia de Guatemala, Julio Aldana; o Grão-Mestre da Gran Logia Equinoccial del Ecuador, Carlos Vera Quintana; e o Grão-Mestre do Grande Oriente de Santa Catarina, Sérgio Wallner.

O congresso contou com ciclo de palestras, exposição artística, sessões solenes e turismo histórico, enriquecendo o conhecimento dos participantes sobre a rica história da América Espanhola e proporcionando-lhes uma experiência maçônica única. Nossos parabéns ao Mui Respeitável Irmão Héctor Vanegas e a todos os irmãos envolvidos na organização de tão excelente evento.